Atendimento

Os surdos poderão contar também com atendimento individual em LIBRAS onde vão receber um atendimento mais personalizado e mais profundo. Esses atendimentos também podem ser estendidos aos familiares.

Os atendimentos aos surdos se diferenciam dos atendimentos dos ouvintes na sua forma de fazer com que as intervenções sejam mais visuais, mais claras e objetivas uma vez que os surdos têm uma língua mais visual. Os atendimentos são realizados em Língua Brasileira de Sinais.

A duração dos atendimentos é de 1 hora (uma hora) de duração.
Os atendimentos são realizados no Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca.

Entre em contato para mais detalhes:
fabiane@sinaldeacesso.com.br
+55 21 9490-3054

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

5 respostas a Atendimento

  1. \maria Aparecida disse:

    Olá Fabiane, Bom dia.
    Sou Cida Piva, psicóloga, comecei a fazer aulas de libras e tenho grande interesse em trabalhar com eles. Gostaria que vc me desse alguma orientação sobre como trabalhar com eles e os familiares.
    Moro em , SP e o meu instrutor, uma pessoa muito empenhada quero colaborar com ele.
    Aguardo uma resposta.
    Grata Cida Piva

  2. thais lara albertina carmo da silva disse:

    ola sou professora de libras e gostaria de me cadastrae e participar desse evento .

  3. admin disse:

    Olá Thais , você é professora de LIBRAS que legal. O evento ao qual você se refere é a Oficina de Psicologia com as mãos para surdos?
    Pretendo realizar a oficina em breve aqui no Rio de Janeiro.
    Vou postar noticias da Oficina.
    Obrigada pelo acesso.
    Fabiane

  4. admin disse:

    Ola Aparecida,

    Fico contente em saber que mais psicólogos estão se interessando em trabalhar com surdos e melhor ainda em aprenderem LIBRAS.
    Bem como você me pediu algumas orientações vou tentar expor algumas e se acaso faltar ou se tiver mais alguma duvida pode me escrever q tenho maior prazer em responder e ajudar.

    Trabalhar com surdos nessa área nao é muito fácil pois ainda existe muita falta de informação por parte deles sobre a importância da terapia. Muitos surdos acreditam que terapia é como ir ao médico vc vai uma , duas vezes e esta curada…

    Eu trabalho com a linha da Psicologia Sistêmica de Familia tenho obtido bons resultados, pois é uma terapia mais breve e mais focada. Mas seja qual for a sua linha de trabalho para trabalhar com surdos vc precisa ser muito visual nas suas explicações, usar muitas figuras, exemplos claros para que seja entendido, também sempre utilizar de palavras que eles entendam ou caso necessário pergunte antes se eles conhecem a palavra e explique-a .

    Uma coisa que dá muito certo são as dinâmicas seja ela em grupo ou individual , os surdos gostam muito.Gostam tb de exemplos de filmes, novelas…

    O que é extremamente importante é vc trabalhar a familia tb pois essa instituição tem muita resistência a ir a terapias, pois a família nao aceita o filho surdo e muito menos que ele utilize a LIBRAS para se comunicar.Vejo muitos surdos reclamarem comigo que seus pais nao sabem LIBRAS e que os obrigam a FALAR !! Isso causa muito problema de identidade e rejeição … assim eles se fecham mais ainda.

    Se você tiver contato com surdos com frequência procure observar as suas necessidades e desenvolva algo que possa ajuda-los. Por exemplo muitos surdos falam que seus pais nao sabem LIBRAS ou querem que eles sejam operados para usarem o Implante Coclear reuna informações sobre esses assuntos e converse com os pais, antes escute-os tb , isso é muito importante OUVIR os pais.

    Existem muitos livros sobre o assunto surdez mas infelizmente poucos voltados para a psicologia da surdez.
    No meu site há cinco livros bem legais sobre surdez procure-os.

    Uma dica de curso na universidade gama filho de são paulo existe uma pós graduação em deficiência auditiva esta para começar em maio. veja informações no site.
    Procure por instituições de surdos ai e conheça as angustias dos surdos e familiares.

    Aparecida espero ter ajudado um pouco, qq coisa me escreva.
    Queria apenas saber como chegou ao sinal de acesso é importante para mim.

    Obrigada
    Fabiane

  5. ReginaVeras disse:

    Oi Fabiane!
    Quero lhe dá os parabens pelo que tem feito pelos surdos!
    Eu,como mãe de surda sofri muito!Minha filha tem agora 33 anos e,graças à Deus está bem ,trabalhando,e mais evoluida!Mas foi muito dificil!
    Um grande abraço!
    ReginaVeras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>